Francisco de Castro (1857-1901)

Óleo sobre tela
Francisco de Castro, médico, professor, orador e poeta, nasceu em Salvador, BA, em 17 de setembro de 1857, e faleceu em 11 de outubro de 1901, no Rio de Janeiro, RJ quando era Diretor da Faculdade de Medicina. Eleito em 10 de agosto de 1899 para a Cadeira n. 13 da Academia Brasileira de Letras, na sucessão do Visconde de Taunay, não chegou a tomar posse. Deveria ser saudado pelo acadêmico Rui Barbosa. Era pai do também acadêmico Aluísio de Castro.